“DEVIR BRASIL” LANÇA SHIROMA, MATADORA CIBORGUE, de ROBERTO DE SOUSA CAUSO


Título: Shiroma, Matadora Ciborgue. Autor: Roberto de Sousa Causo. Arte de Capa: Vagner Vargas. Editora: Devir Livraria. Número de páginas: 246. Formato: 14 x 21 cm, com orelhas; acabamento: laminação brilhante. ISBN: 978-85-7532-624-4. Preço sugerido: R$ 32,00.


A space opera — um tipo ficção científica muito em voga com todo o interesse por filmes como Star Wars, Star Trek e Guardiães da Galáxia, e programas de TV como Battlestar Galactica, Dark Matter e Killjoys — encontra na série de histórias “Shiroma, Matadora Ciborgue”, reunidas agora num livro com o mesmo título, um digno representante brasileiro. São onze narrativas de aventura espacial, com ideias científicas audaciosas e ambientadas em cenários exóticos, escritas pelo experiente escritor de ficção científica e fantasia Roberto de Sousa Causo.

Sequestrada ainda criança, Bella Nunes é o protótipo de um novo tipo de ciborgue com sistemas biocibernéticos supereficientes e indetectáveis. Sob o controle de um misterioso casal de criminosos, ela cresce para se tornar a temível matadora de aluguel e espiã Shiroma, protagonista de uma série de histórias primeiro publicadas no Projeto Portal, uma coleção de seis revistas de ficção científica, do consagrado escritor Nelson de Oliveira — autor de Subsolo Infinito e Poeira: Demônios e Maldições, e duas vezes ganhador do Prêmio Casa de las Americas. É Nelson que faz a introdução a Shiroma, Matadora Ciborgue.

As seis primeiras histórias de Shiroma — somadas a mais cinco narrativas inéditas — estão reunidas neste livro, de forma ampliada e compondo um arco narrativo completo, com a fase inicial das aventuras da personagem nas três Zonas de Expansão Humana pela Via Láctea.

Cumprindo sua primeira missão na Terra — no Bairro da Liberdade, em São Paulo —, Shiroma mais tarde elimina vilões em um dos planetas mais vigiados da galáxia, durante um exercício militar da mais temida tropa de elite humana, no covil de um grupo de revolucionárias armadas de artefatos nucleares, e em uma cidade-parque temático controlada pela implacável organização criminosa conhecida como “T’ien-Ti-Hwey da Era Galáctica”. Provada até o limite em situações de vida e morte, Shiroma tem como seu maior teste não ceder à loucura.

Do mesmo autor de Glória Sombria, romance indicado ao Prêmio Argos de Literatura Fantástica 2015 (promovido pelo Clube de Leitores de Ficção Científica) e primeiro volume da série As Lições do Matador, as dramáticas ações de Shiroma conduzem o leitor por uma galáxia repleta de intriga, violência e crime. O livro é parte do mesmo universo ficcional das Lições do Matador, protagonizado por Jonas Peregrino, personagem principal de Glória Sombria.

Elogios a Shiroma, Matadora Ciborgue

“Shiroma é uma pós-humana: uma garota geneticamente aperfeiçoada, com implantes biocibernéticos e inteligência incomum. É também uma das personagens femininas mais interessantes da contística atual, em tempos de igualdade de gênero e empoderamento da mulher. Ela protagoniza 11 contos de ação e reflexão, em que se entrelaçam perenes conflitos sociais e morais...”
Folha de S. Paulo

 “Shiroma é guerreira, mas às vezes aparece bastante fragilizada emocional e fisicamente, e esse é um ponto importante em toda a série. Isso humaniza a heroína ciborgue... Suas aventuras nas Zonas de Expansão Humana são uma lufada de ar fresco no ambiente modorrento da literatura contemporânea... Uma coletânea densa, que merece mais de uma leitura. Reunidos, os onze contos que a compõem se iluminam, oferecendo muitas camadas secretas.”
—Da introdução de Nelson de Oliveira, autor de Subsolo Infinito

“Conto a conto, a personalidade de Shiroma vai-se construindo aos olhos do leitor, ao mesmo tempo suscitando indagações a respeito de ética, identidade e humanidade frente a um mundo dominado pela tecnologia. Recomendo este livro aos amantes da boa ficção científica e que, sem abrir mão da ação e do entretenimento, também apreciem refletir sobre as questões universais de que sempre se ocupou a literatura.”
—Ana Lúcia Merege
autora de O Castelo das Águias e A Ilha dos Ossos

“Com este novo livro, Roberto de Sousa Causo amplia ainda mais um dos mais ricos e vibrantes universos da space opera contemporânea. Shiroma segue a mesma estirpe ética e arrojada de Jonas Peregrino, do romance Glória Sombria: A Primeira Missão do Matador, e se estabelece como uma grande personagem da ficção científica brasileira.”
—Marcello Simão Branco
co-autor do Anuário Brasileiro de Literatura Fantástica

Sobre o autor:

Um dos mais experientes escritores brasileiros de ficção científica, Roberto de Sousa Causo publicou pela primeira vez em 1989. Escreveu os romances Glória Sombria: A Primeira Missão do Matador e A Corrida do Rinoceronte, ambos pela Devir Brasil. Autor de mais de 80 histórias, apareceu em revistas e antologias de Cuba, China, Finlândia, França, Grécia, Rússia e outros quatro países. Seu primeiro livro de contos, A Dança das Sombras, foi lançado em Portugal em 1999. É o ganhador do Projeto Nascente 11, da Universidade de São Paulo e do Grupo Abril, com O Par: Uma Novela Amazônica, e do III Festival Universitário de Literatura, com a novela Terra Verde. Causo é Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo.

Veja mais sobre Shiroma, Matadora Ciborgue e Glória Sombria no site GalAxis: Conflito e Intriga no Século 25, criado pelo ilustrador e webdesigner Vagner Vargas: http://galaxis.aquart.com.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@devir.com
R. Teodureto Souto, 624. São Paulo – SP. F.: 55 (11) 2127-8787

Para a promoção do lançamento de Shiroma, Matadora Ciborgue, a Devir Brasil mandou confeccionar fotomontagens do fotógrafo paulistano Luiz Henrique Mendes, com a modelo Patrycia Ayres, representando a personagem Shiroma em diversas situações típicas da space opera. Abaixo, algumas dessas fotomontagens: